José Dos Santos CEO e criador do conceito Modulogreen®, assim como de várias empresas de paisagens, na busca sem fim de inovar e adaptar técnicas para desenvolver e integrar a natureza nos meios urbanos, criando assim bem-estar no nosso dia-a-dia e nos locais de trabalho. Concebido por profissionais do vegetal, o sistema Modulogreen® Vertical Solutions necessitou de vários anos de pesquisas e ensaios. Hoje, os resultados são concludentes, esta técnica de vegetalização coloca as plantas mesmo no seio do sistema, um meio optimal para o próprio desenvolvimento e viabilidade no tempo.


A Modulogreen Vertical Solutions, Lda, empresa formada em 2009, dedica-se a produção de sistemas modulares para revestimento de fachadas, melhor dizendo, módulos vegetalizados para jardins verticais. Os jardins verticais são um produto tendência e relativamente recente no mercado, a sua aplicação começando a ser privilegiada por arquitetos de renome mundial em obras de referência.

Desde então, tem havido um efeito de arrastamento e os jardins verticais começaram a ser aplicados um pouco por todo o mundo ou como simples revestimento das superfícies verticais dos edifícios ou para obras de engenharia e arquitetura. A nível global, podemos dizer que existe uma procura crescente devido às novas tendências arquitetónicas de integração ambiental e também devido às características estéticas, térmicas e mecânicas do sistema. A escolha deste tipo de revestimento deve-se ao facto de apresentar um custo baixo e ser esteticamente mais agradável. Mas as vantagens não ficam por aqui, pois, ele também permite um bom isolamento térmico, como já foi referido, tornando os edifícios ambientalmente eficientes, para além de ser fácil de manusear e instalar. É um sistema mais resistente e também, muito mais versátil, uma vez que pode ser aplicado sobre diferentes tipos de superfícies.

A tecnologia desenvolvida pela Modulogreen é também inovadora no sistema de rega. Trata-se de um sistema de gota-a-gota que permite uma rega de forma igual por todas as plantas, o gotejar é autorregulável de acordo com a época do ano e hora do dia. Não esquecendo o sistema de recirculação de água que permite otimizar o sistema de rega, diminuindo os consumos de água. Os atuais sistemas de revestimento de fachadas são montados in-loco e de acordo com cada local, muitas vezes com estruturas pesadas difíceis de manobrar e poucos versáteis.

O conceito Modulogreen é sem sombra de dúvida um sistema único no mercado, uma vez que, nenhum outro sistema apresenta características semelhantes e com forte potencial para se tornar um produto de referência no mercado a nível internacional e dinamizador no sector da arquitetura e engenharia. Após melhorias e correções de pormenores no sistema desenvolvido, a modulogreen percebeu que para alcançar novos mercados e não se repetir o que já tinha acontecido com os primeiros sistemas desenvolvidos pelo sócio fundador, o Sr José Dos Santos, era imperativo proteger a invenção, por isso é que o sistema encontra-se hoje patenteado a nível europeu e internacional.

A modulogreen pode então explorar as enormes oportunidades de mercados sem receio. A modulogreen através do seu fundador tem ligações à empresas no mercado francês que por sua vez têm negócios em França, Mónaco, Holanda, EUA, Canada, Angola e outros. Tal como o registo de patente a empresa pretende comercializar o sistema na Europa e a nível Internacional, nos EUA, Canada, China, Japão, México, Brasil, Austrália e os Emirados Árabes entre outros. A seleção do mercado alvo não foi feito ao calha, para além do registo da patente também se trata de mercados onde o potencial de implementação de soluções de revestimento vegetalizados é enorme quer a nível de obras públicas quer ao nível de revitalizações urbanas e reconstruções privadas. Os restantes mercados foram selecionados por terem em comum um forte investimento em obras públicas de grande dimensão e onde se concentram atualmente as melhores inovações arquitetónicas e de engenharia no ramo da construção civil e obras públicas. São mercados onde a avidez por soluções não tradicionais é crescente e onde as mais recentes tendências arquitetónicas são incorporadas nos edifícios, sendo a eficiência energética e ambiental, aliada à parte estética e funcional requisitos básicos para as grandes construções/reconstruções públicas e privadas.

Por cá, em Portugal, a Modulogreen será pioneira na produção de um conceito modular fabricado à base de plástico polipropileno com fibra de vidro, uma solução inovadora para jardins verticais. A própria origem da denominação Modulogreen Vertical Solutions Lda, também já fora pensada numa estratégia de internacionalização, essa mesma alteração, teve lugar aquando do evento Urbaverde – Forum das Cidades Sustentáveis em 2010, no Estoril. Os mercados nacionais e internacionais são portanto, mercados onde a viabilidade do conceito Modulogreen será projetada a nível global e onde existem inúmeras oportunidades de negócio para a empresa.